fbpx GERMINAR 2021: CHEGOU A HORA DE APLICAR A INOVAÇÃO DE ALIMENTOS - Sra Inovadeira

GERMINAR 2021: CHEGOU A HORA DE APLICAR A INOVAÇÃO DE ALIMENTOS

Postado em 16/07/2021 por Innoscience
Compartilhe

POST PATROCINADO

Um visionário de alimentos mantém sempre o seu radar ligado para o que está acontecendo no mercado e no mundo. Então, não é novidade para ninguém que a inovação de alimentos caminha, cada vez mais, ao lado da inovação aberta.

Por mais incrível e gigante que uma companhia seja, muitas vezes ela não vai conseguir reunir todas as melhores condições para inovar sozinha. Esse conceito tradicional de inovação que usa uma estrutura vertical, em que as pesquisas são feitas internamente, pode acabar limitando os resultados obtidos em uma espécie de síndrome do not-invented-here. E é aí que os programas de inovação aberta possuem um papel muito importante, como o Germinar, da M. Dias Branco.

O Germinar, que é uma iniciativa da M. Dias Branco, líder em biscoitos e massas, é o programa de conexão acontece desde 2018 e aposta nessa rede volátil, interagindo com startups e negócios em prol da inovação – e esse é o futuro do P&D.

A INOVAÇÃO ABERTA E O FUTURO DE P&D

Uma das coisas que aprendemos com as vacinas é que as parcerias podem ser um ganho imenso para a empresa. Existem muitas pesquisas acadêmicas apontando que a inovação aberta é um caminho promissor para a indústria de alimentos – principalmente ao considerar que organizações mais tradicionais e engessadas não possuem flexibilidade suficiente para acompanhar as alterações do universo de alimentos.

O conceito de Open Innovation — ou inovação aberta, em português — quebra esse paradigma. Ele foi criado por Henry Chesbrough, professor da universidade de Berkeley, nos Estados Unidos, e autor de um livro com o mesmo nome. A ideia é justamente abrir o conceito de inovação de forma que haja colaboração entre empresas, indivíduos e órgãos públicos na criação de novos produtos e serviços. O fato é que a ciência alcançou um nível tão alto de complexidade que é preciso unir forças para continuar inovando. A inovação é um jogo, mas precisamos saber como se joga. A parceria com outros players ainda pode produzir aquela mágica que os empreendedores tanto amam: reduzir custos, com o bônus de diluir os riscos.

A missão é entender os hábitos da nova geração e desenvolver soluções descomplicadas, escaláveis, com baixo custo e agilidade.

Bingo! Esse é o DNA das startups.

É por isso que projetos abertos têm a primeira entrega 69% mais rápida do que projetos fechados. A união faz sim a força.

Detentora de marcas líderes, sendo as principais Vitarella, Piraquê, Adria, Fortaleza, Richester e Isabela, a M. Dias Branco produz e comercializa grande parte do que é consumido na casa do brasileiro. O papel que ela assume ao apostar nas conexões é disruptivo. Na primeira edição, por exemplo, oito startups foram aprovadas para a continuidade do relacionamento, aptas a se manterem como fornecedoras e parceiras de negócios. Dentre as empresas, o destaque, do ponto de vista de inovação em marketing, foi a WinWin. A startup desenvolveu um projeto de game em realidade aumentada para Treloso. Um projeto outrora impossível, torna-se real por meio da interação.

MAS COMO FUNCIONA O GERMINAR?

O Germinar é a oportunidade perfeita para aplicar a inovação de alimentos. Foi estruturado em cinco fases: inscrições, pitch day, imersão, desenvolvimento do projeto piloto, apresentação e avaliação dos resultados obtidos a partir da solução proposta e, enfim, a conclusão. Ele é desenvolvido ao lado da Innoscience Consultoria, na estruturação e operacionalização do programa.

Em 2021, conta com 10 desafios pré-estabelecidos: aumento do prazo de validade dos produtos mantendo as características originais; impressão 3D em alimentos, que acelere a prototipação de novos produtos, como massas e biscoitos; algoritmo para direcionamento do desenvolvimento sustentável de novos produtos e embalagens; gestão remota para execução de testes industriais; inteligência artificial para cenários de commodities; tecnologias para rastreabilidade de produtos; soluções para análise e geração de insights focadas em reputação de marca; soluções em trade marketing, buscando a loja perfeita; oportunidades em novos negócios, como foodtechs de produtos e ingredientes, alinhadas às tendências de saudabilidade e nutrição; e novos modelos de negócio, de informação ao cliente a marketplace.

O objetivo é apostar em uma inovação disruptiva, que não foi tão explorada no mercado brasileiro, envolvendo soluções de diversas áreas e oportunizando negócios ao lado da sétima maior empresa de biscoitos e massas do mundo. Como uma incubadora de grandes sucessos.

INCUBADORA DE GRANDES SUCESSOS – MANDALA COMIDAS ESPECIAIS

Em 2016, quando a RDC sobre Rotulagem de alergênicos entrou em vigor, eu perguntei: isso é um desafio ou uma oportunidade para P&D? Quem respondeu desafio lotou a rotulagem de “pode conter”: lavou as mãos da sua responsabilidade sobre entregar alimentos convenientes e acessíveis para a população. Isso é comum, mas não pode ser normal.

Já outras empresas seguiram a linha da oportunidade: quem são esses consumidores excluídos pelo atual sistema, que privilegia volume e padronização, ao invés de entregar experiência e personalização? Vamos atendê-los!

É o caso da Mandala Comidas Especiais, da empreendedora Adriana Fernandes, produzindo refeições prontas, congeladas, que controlam mais de 20 ingredientes alergênicos. O maior exemplo de empreendedorismo materno e percepção de oportunidade no mercado, é o único (ÚNICO) negócio no Brasil com inclusão de 100% dos alérgicos. Nós já falamos do projeto aqui, um caso inovador no mercado de alimentos, que também foi uma das apostas da M. Dias Branco lá em 2018.

Nesse vídeo, a Adriana conta como foi a sua experiência no Germinar?

A inovação no processo é tamanha que, neste ano, a Mandala criou refeições instantâneas liofilizadas, que não precisam de congelamento e podem ser levadas para qualquer lugar. A técnica, utilizada pela Nasa na alimentação dos astronautas, permite a retirada da água dos alimentos, de forma a serem conservados por muito tempo, sem necessidade de refrigeração. Assim, os alimentos são distribuídos de maneira fácil e econômica para todo o Brasil, graças ao investimento e apoio consultivo da M. Dias Branco para a viabilidade do negócio.

E quer saber? Os produtos liofilizados são muito bons. Achei uma solução muito prática e saborosa para quem tem restrições alimentares. É a junção do que já é conhecido com um toque novo — aquela comidinha de vó, porém agora acessível a todo o público. O mercado precisa mesmo de empresas que invertam a lógica, que estejam dispostas a arriscar e colocar mais do que o tradicional nas casas dos consumidores.

Ah, e eu nem contei que o produto foi criado após uma inspiração da Adriana, durante o Happy FoodTech da Tacta no ano passado. Mas isso é assunto para outro artigo!

O case de sucesso da Mandala é apenas um entre tantos das edições anteriores do Germinar. E você pode ser o próximo a fazer parte dessa lista. Se você possui um negócio criativo na área de alimentos e ele merece mais visibilidade, inscreva-o até 30 de julho e faça parte do Germinar 2021. Chegou a hora de aplicar a inovação!

Saiba mais sobre o programa clicando no botão abaixo:

POR QUE FAZER INOVAÇÃO ABERTA EM ALIMENTOS?

Innoscience organizou uma conversa com M. Dias Branco e Sra Inovadeira sobre os benefícios de abrir as portas da Cia para parceiros que oferecem soluções inovadoras através do programa de conexão, Germinar 4ª Edição.

Acompanhe a live abaixo:

As inscrições para o programa de conexão da M. Dias Branco vão até o dia 30 de Julho!

Não perca a chance de se conectar com uma das maiores empresas brasileiras, com mais de 16.000 colaboradores distribuídos em 14 indústrias.

Participe já clicando no botão abaixo:

Compartilhe esse artigo. Vamos revolucionar o mercado de alimentos!

Juntos podemos causar um grande impacto através de pequenas ações: compartilhe e espalhe a mensagem.

Receba a planilha exclusiva e gratuita para Gestão de Projetos de P&D!

E mais: participe da comunidade privada de +4000 visionários de alimentos que recebe dicas e insights exclusivos.

Sem spam. Só inovação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba a planilha exclusiva e gratuita para Gestão de Projetos de P&D!