fbpx VISTA A CAMISA DA EMPRESA! - Sra Inovadeira

VISTA A CAMISA DA EMPRESA!

Postado em 19/11/2020 por Raquel Logato
Compartilhe

Vista a camisa da empresa!

É, caro colega visionário ou visionária de alimentos. É isso mesmo que você leu. Te incentivo bravamente a vestir a camisa de sua empresa. Vista ela limpinha, bem alinhavada, bem passada, sem manchas e sem mancha de suor embaixo do braço.

Mas se atente aos seguintes detalhes:

Não permita que ela cole no seu corpo.

Ela deve ser dotada de uma tecnologia termodinâmica que fará com que o suor não fique empoçado na sua pele e te deixe com mal cheiro ou pegajoso. Ela pode – e deve- fazer você suar, pois qual atleta dando seu melhor desempenho não fica suado? Quem ao dar o seu melhor desempenho não fica encharcado e ofegante? Pois é, mas ficar todo molhado sem o suor ter por onde evaporar ou escorrer te faz ter um super aquecimento, passar mal e exalar um cheiro terrível.

Não permita que ela se torne uma segunda pele a ponto de você confundí-la com um órgão corporal e rompa os limites entre a vida pessoal e o trabalho.

Work life balance é importante. Tudo tem seu espaço, seu tempo e seu momento. Se a camisa te gruda na cadeira do escritório depois do expediente e não permita que você vá para casa nos horários corretos, perca datas comemorativas, tenha confusão de identidade e nunca saia do seu corpo para ser lavada e deixar sua pele respirar um pouco, sugiro que faça ela ficar mais folgada em você a ponto de te permitir viver fora dela. Ela deve ser larga o suficiente para te permitir sair um pouco.

Se ela encolher, saiba a hora de tirar para lavar ou trocá-la por uma que caiba perfeitamente em você.

Se ela manchar trabalhe para tirar as sujeiras que aparecerem, principalmente se você for o causador delas.  Mas se alguém manchá-la e você não conseguir ajudar a limpar a sujeira e começar a ficar com alergias em sua pele devido a extensão da mancha, tire-a e troque por outra.

Se ao prová-la ela não for do seu tamanho você tem duas opções:

a) trocá-la por uma confortável, larguinha e que seja fabricada num tecido que você goste do toque. Nenhuma camisa será extremamente macia, mas há tecidos suportáveis e gostosos de usar. Tecidos que pinicam o dia inteiro e dão alergias não são indicados… causam feridas na pele com o passar do tempo.

b) faça uma dieta para caber nela. As vezes as gorduras que trazemos ao longo da vida (experiências, gostos, desejos, pirraças, mimos, antipatias e simpatias) não poderão entrar nessa camiseta e é necessária uma adaptação de sua forma para entrar nela. Mas é importante salientar que você nunca deve abandonar ou mudar sua essência, hábitos, cultura e característica individuais para caber numa camisa.

Se você provar a camisa ao longo de três meses e todos os dias ela ficar apertada, mesmo você fazendo dieta, sinto muito te dizer mas ela não cabe em você. Não foi feita para seu tamanho, para sua dimensão, não comporta alguém com sua capacidade, talento, visão de mundo, desejos, experiências, vivências e formações. Tem camisas que no manequim são lindas, mas em nosso corpo ficam horríveis. Umas sufocam a sua respiração a ponto de você ficar sem ar. Você fica vestindo ela 8h por dia e fazendo preces silenciosas para que chegue logo a hora de tirá-la. Sei como é colega, já sofri com isso!

Outras marcam todas as nossas gordurinhas e todos apontam. Embora você goste de suas gorduras para alguns ela é uma visão antipática e você tem que lutar diariamente para defender o direito de existência das suas marcas corporais sem permitir que elas sejam apagadas ou moldadas pelo gosto alheio. Imagina se submeter a uma lipoescultura a força? Jamais! Além de doer horrores vai te violar, pois não é o que você quer, não te fará se sentir bem.

“-A etiqueta dizia que a blusa era tamanho G, mas ela veste PP e está com a costura abrindo.”

Nem ouse provar! Troque por uma que seja do seu real tamanho. Camisetas vendidas com etiqueta falsa de tamanho não são de boa qualidade. E nem ouse tentar enfiar só a cabeça e deixar os braços e o corpo de fora. Blusas que não são do nosso tamanho tem o espaço muito pequeno para nossa cabeça entrar. A gente tenta colocar e passa com dificuldade, fica sufocada, os brincos caem no chão, os cabelos ficam bagunçados e quando conseguimos ficamos com a cara toda amassada e com sensação de pequena vitória por ter entrado. Mas e o resto do corpo? e os braços apertados? e os seios mais amassados do que massa de pão? E a costurinha que abriu na nossa tentativa desesperada de caber em algo que não foi feito para nós? Isso precisa ser avaliado. Quem não lembra daquela cena icônica do filme As Branquelas do Marcus no provador tentando colocar uma roupa feminina? Rasgou tudo, quebrou até o espelho com o botão da calça voando!

Não vista a camisa dos outros. Só porque ficou linda no seu amigo não significa que ficará linda em você. Não é porque ele ama o tecido e a marca que você também amará. Gosto é algo individual, então não caia nesse conto infantil de achar que tudo que é bom para os outros te serve.

A camisa pode ser o uniforme da empresa, mas você não é uniforme. A pluralidade, diversidade e multiformas dão a pitada especial em nosso trabalho. Não somos robôs, não somos idênticos, não somos foto cópias físicas e mentais dos nossos colegas, então use bem o uniforme mas não permita que ele te dilua e te torne um ser homogêneo. Diferenciação é primordial, é uma das bases de nossa vida.

Não existe camisa sob medida em loja de departamentos.  

Quer um exemplar de Alta Costura? Faça tua própria camisa! Mas saiba que demora, é caro, não é qualquer um que faz, consome tempo, muitas provas, tentativas, acertos, erros, aferição de medidas, escolha de tecidos e profissionais certos para confiar seus gostos. E uma camisa bem feita é cara, não é baratinha não! Não adianta pechinchar ou falar “mas fulano cobra mais barato”. Mamãe já dizia que o barato sai caro, será que depois de tantas tentativas mal sucedidas você anda não aprendeu isso?

Depois disso escolha a camisa que mais se encaixa em você e reflita se a camisa que está vestindo hoje é do modelo e tamanho ideal para sua imensidão. E quando eu digo imensidão não estou falando de peso corporal, estou falando de vida.

Se ela for, fico muito feliz por você. É muito bom vestir roupas fresquinhas e confortáveis. Se não for te estimulo a começar a sair pelas vitrines e procurar novos modelos ou que aprenda a costurar. Sempre haverá um tamanho, modelo e cor lindo para você!

Quer continuar mais a ler sobre Carreira? Você pode dar sequência com o texto sobre P&D e Empreendedorismo da nossa professora Eloisa Espinosa.

Compartilhe esse artigo. Vamos revolucionar o mercado de alimentos!

Juntos podemos causar um grande impacto através de pequenas ações: compartilhe e espalhe a mensagem.

Receba a planilha exclusiva e gratuita para Gestão de Projetos de P&D!

E mais: participe da comunidade privada de +4000 visionários de alimentos que recebe dicas e insights exclusivos.

Sem spam. Só inovação.

Uma resposta para “VISTA A CAMISA DA EMPRESA!”

  1. JACQUELINE P TULIO disse:

    Amei esse artigo do começo ao fim… Nunca vi uma situação presente e real tão bem descrita de forma simples e com um exemplo tão rico de detalhes e entendimento de referência.

    Parabéns pelo material Rachel! não te conheço mas já te considero pacas…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba a planilha exclusiva e gratuita para Gestão de Projetos de P&D!