• Receba a planilha exclusiva e gratuita para Gestão de Projetos de P&D!

    E mais: participe da comunidade privada de +4000 visionários de alimentos que recebe dicas e insights exclusivos. Sem spam. Só inovação.

COMO SE FAZ PESQUISA E DESENVOLVIMENTO DE ALIMENTOS NO BRASIL?

Para muitas empresas, o setor de Pesquisa e Desenvolvimento é estratégico. As melhores mentes são buscadas no mercado e na Academia para compor seus quadros. Essas equipes são estimuladas a continuarem aprendendo e experimentando novas tecnologias, num processo contínuo de crescimento de descobertas.

Já para outras empresas, o setor de Pesquisa e Desenvolvimento é tratado como um quebra-galhos: algumas pessoas que estão ali para resolver um problema inicial que o crescimento da empresa impôs – volume muito grande de novos produtos a serem lançados.

Por que estes dois modelos convivem lado a lado na indústria de alimentos?

Um dos motivos é que este é historicamente um setor de baixa tecnologia. Não é preciso conhecimento muito científico (hoje) para transformar farinha, fermento, sal e água em pão.

Contudo: é preciso muita ciência e tecnologia se queremos ter o melhor pão, mais seguro, com maior shelf-life, pelo menor custo possível. É preciso trazer muita criatividade, visão abrangente e empatia para inovar neste mercado.

É aí que o setor de Pesquisa e Desenvolvimento mostra quão estratégico pode ser: criando novos mercados, produtos serviços e oportunidades de crescimento. Empresas que entendem esta posição estratégica têm muito a ganhar: estimular a Pesquisa e Desenvolvimento de novas soluções é um caminho virtuoso, no qual, quanto mais se desenvolve, mas se sabe desenvolver.

Desde que o Sra Inovadeira foi criado, viemos fortalecendo este setor. Nestes últimos 4 anos (!) rolou texto, vídeo, webinar, live, curso, projeto para estruturar a gestão de P&D de empresas de alimentos.  Neste meio tempo, engajamos uma comunidade unida e muito curiosa: nossos visionários de alimentos (você).

No final do ano passado, após estes anos falando como deve ser o setor de P&D de alimentos no Brasil, nós nos fizemos um questionamento:

Qual é o perfil do setor de Pesquisa e Desenvolvimento de alimentos no Brasil?

 

Ao invés de supor, perguntamos.

A Tacta Food School, através de seus cursos e projetos online, engaja uma comunidade de mais de 12 mil pessoas que trabalham no mercado de alimentos: nos setores P&D, Qualidade, Inovação, Regulatórios, Marketing, além de empreendedores. Cerca de 5 mil destes são profissionais de P&D de alimentos.

Entre 05 de dezembro de 2019 e 24 de janeiro de 2020, a Tacta Food School conduziu pesquisa inédita em território brasileiro, para entender o perfil atual de P&D. Queríamos conhecer a dinâmica deste setor na produção de alimentos industrializados no Brasil: com dados sobre equipes, estruturas físicas, gestão, projetos e carreira.

Encontramos dados surpreendentes:

Falamos tanto sobre alimentos saudáveis, mas você sabia que menos de 3,5% dos profissionais de P&D são nutricionistas?

E que apenas 42% dos participantes possuem acesso a uma planta-piloto – apesar de que 86% relata acesso ao menos a um laboratório de P&D?

E sobre processos – você considera que nossos processos são predominantemente bem ou pouco estruturados? 

O nível de satisfação em P&D é alto – e o que domina as expectativas dos visionários de alimentos é a busca por conhecimento e aprendizado (o que tem implicações diretas para a gestão de P&D).

Estes são apenas alguns dos resultados desta pesquisa, que contou com a participação de cerca de 380 profissionais de P&D de diferentes posições e segmentos de mercado.

Seus principais resultados foram agrupados num  Resumo Executivo, que você pode baixar gratuitamente.

Esperamos que este ebook, que condensa e discute os resultados obtidos, sirva para orientar os Gestores de P&D a melhorarem seus processos, aumentando o índice de inovação de alimentos no Brasil.

Um benchmarking relevante para alavancar a Gestão de P&D no Brasil.

Converse conosco sobre a versão completa do relatório, com mais resultados, insights e uma exclusiva análise sobre as principais áreas de atenção para Gestores de P&D

 

Sobre Cristina Leonhardt

Mãe, viajante, escritora e apaixonada por inovação. Fundadora do site Sra Inovadeira e co-fundadora da Tacta Food School, onde atua como Diretora de Inovação para projetos de Gestão Estratégica de P&D e Desenvolvimento de Produtos. Mentora da Terra Accelerator. Eu quero que você alcance todo o potencial de inovação que existe dentro da sua empresa de alimentos. Se conseguirmos criar um produto diferenciado, não teremos mais consumidores. Teremos uma legião de fãs. Quer me conhecer melhor: pode me adicionar no Linkedin
Adicionar a favoritos link permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Receba a planilha exclusiva e gratuita para Gestão de Projetos de P&D!

    E mais: participe da comunidade privada de +4000 visionários de alimentos que recebe dicas e insights exclusivos. Sem spam. Só inovação.