• Receba a planilha exclusiva e gratuita para Gestão de Projetos de P&D!

    E mais: participe da comunidade privada de +4000 visionários de alimentos que recebe dicas e insights exclusivos. Sem spam. Só inovação.

COMECE PEQUENO – SÉRIE LIDERANDO A INOVAÇÃO

Nós iniciamos aqui uma série com o tema “Como Estimular a sua Empresa a ser mais Inovadora”. Serão 15+ posts, lives, webinars para trazer as visionários e visionárias as ferramentas necessárias para fazerem esta roda girar.

As instruções de uso desta série estão no primeiro post, que também traz a razão pela qual resolvi meter o pé na porta começar este esforço (dica: tem a ver com o Muro das Lamentações).

Forme a sua Célula de Inovação e venha conosco nesta jornada.

Nesta semana, trazemos a Iniciativa 9: para que este projeto tenha futuro, comece pequeno e foque em projetos simples e de rápida resposta.


 

INICIATIVA 9: COMECE PEQUENO

 
Se há uma coisa que estamos aprendendo com a Lean Startup é começar pequeno e fazer diversas iterações com os feedbacks dos usuários do negócio. Enquanto no passado o maior objetivo das empresas era proteger o máximo possível seus projetos, até que estivessem 100% prontos para serem lançados, hoje vemos uma mudança no sentido da velocidade de lançamento. Quanto mais rápido o projeto for lançado, mais feedbacks ele receberá, e com isso maior a oportunidade de ser ajustado.

Essa mudança de mindset pela qual estamos cruzando é bem ilustrada pelo Tanmay Vora, no site Qaspire.
 

Estamos saindo da era do planejamento para a era da experimentação.

 
 

 
É o mesmo conselho que nos trazem Matteo Gori (CuccinaBarilla) e Juliana Nascimento (Cocriando Natura), quando falam de suas próprias jornadas de inovação nas empresas que atuam.

Se você está procurando tornar a sua empresa mais inovadora, no fundo você precisa convencer alguém de que isso é possível. De que a inovação está ao alcance de vocês, com as ferramentas que possuem, com a rede que têm, com as competências que desenvolveram.

Para fazer isso, não apresente um plano de longo prazo de um futuro brilhante de inovação.

Não, Pequeno Padawan.
 

Comece pequeno, reconhecendo a Força que existe em você.

 

 
Nada melhor do que a realidade para convencer alguém de que é possível mudar (e de que não há dor envolvida). Use as mentes inovadoras que se juntaram e façam vocês mesmos o primeiro projeto.

Desenvolva, produza, lance, venda. Colha os resultados, mostre os números, confira o engajamento (dentro e fora da empresa).

Use este primeiro pequeno projeto para ganhar tração e ampliar a sua rede. Deixe aquele plano Titanic ambicioso para trás.

 

Comece pequeno

 
– e permita que os projetos floresçam conforme a participação do usuário lhe indique o caminho. Talvez você descubra que o seu plano infalível do Cebolinha não era tão infalível assim. No meio do caminho, é possível que você se depare com ideias e projetos ainda mais inovadores do que aquele que havia sido inicialmente pensado.

(Outra vantagem de começar pequeno: o projeto pode ser alterado ao logo do caminho, a um custo muito mais baixo do que em um projeto gigantesco.)

Não caia na tentação de perseguir apenas “grandes ideias“: o segredo da inovação, nesses dias de mercado cada vez mais saturado, é justamente seguir na direção oposta. Encontrar um nicho e desenvolver uma solução especialmente para este nicho. Desenvolvê-la de forma tão completa, que o usuário não tem outra alternativa, a não ser transformar-se de consumidor em fã ardoroso.

Comece pequeno, seja rápido, mostre resultados do projeto o quanto antes. Você vai mostrar aos outros resultados concretos do que a Célula de Inovação está fazendo.

Mais importante: você vai mostrar a si mesmo que está no caminho certo, e que o esforço de sair do lugar e fazer menos do que o mínimo, vale a pena.
 


Agora é a sua vez, visionário:

eu quero saber como esta série está influenciando a sua atuação aí na sua empresa? O que você já colocou em prática? Em que teve mais dificuldades?

Escreve para mim nos comentários (ou me manda um e-mail ;)) eu quero saber de você para poder lhe ajudar ainda mais!

😉


Este é a 9ª Iniciativa da série Liderando a Inovação: se você chegou nela agora, o índice completo, para ter acesso ao conteúdo desde o início, você pode encontrar aqui.



 
Começar pequeno é um dos segredos das start-ups: o tamanho dos projetos permite maior flexibilidade, velocidade e capacidade de adaptação às mudanças do mercado.

Quer aprender a desenvolver produtos segundo a metodologia da lean start-up e o design thinking? Eu te faço um desafio: venha colocar a mão na massa, aprender a ter insights com o usuário e prototipar rapidamente no curso Breaking the Box!

Serão 8h de muita prática, design thinking e, no final, um pitch para mim e a aceleradora de alimentos Food Ventures.

O curso acontece em 6 de dezembro, em Campinas. Programação completa e inscrições aqui

Sobre Cristina Leonhardt

Mãe, viajante, escritora e apaixonada por inovação. Fundadora do site Sra Inovadeira e co-fundadora da Tacta Food School, onde atua como Diretora de Inovação para projetos de Gestão Estratégica de P&D e Desenvolvimento de Produtos. Mentora da Terra Accelerator. Eu quero que você alcance todo o potencial de inovação que existe dentro da sua empresa de alimentos. Se conseguirmos criar um produto diferenciado, não teremos mais consumidores. Teremos uma legião de fãs. Quer me conhecer melhor: pode me adicionar no Linkedin
Adicionar a favoritos link permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Receba a planilha exclusiva e gratuita para Gestão de Projetos de P&D!

    E mais: participe da comunidade privada de +4000 visionários de alimentos que recebe dicas e insights exclusivos. Sem spam. Só inovação.