• Receba a planilha exclusiva e gratuita para Gestão de Projetos de P&D!

    E mais: participe da comunidade privada de +4000 visionários de alimentos que recebe dicas e insights exclusivos. Sem spam. Só inovação.

GASTROTERAPIA: FAZENDO AMIGOS ATRAVÉS DA COMIDA

Como você faz novos amigos na vida adulta? E que papel pode ter a alimentação na mediação deste processo?

A médica psiquiatra Michele Valent e o jornalista Perte Krauze respondem a estas duas perguntas através dos projetos Gastroterapia e Il Giardin: um misto de ativismo, agricultura urbana, espaço de confraternização e reflexão sobre valores humanos e muita comida boa. O projeto acontece na casa da família, que ocupa um terreno grande coberto de plantas comestíveis, em Teutônia, RS (que fica a 106km de Porto Alegre).

Eu tomei contato com a iniciativa logo que voltei a morar em Lajeado, no início de 2016, durante o Impulso – um evento de palestras rápidas estilo TED. Peter palestrou sobre o papel que a alimentação pode ter no “fazer amigos” – afinal, pense: quem são seus amigos hoje? Na maioria, pessoas que conheceu na escola ou faculdade. Conforme envelhecemos, perdemos a capacidade de fazer novos amigos e passamos a ter no máximo colegas: pessoas que trabalham conosco, porém não conhecem nossos medos, nossas dores, não visitam nossas casas e com quem, no fundo, estamos competindo, não colaborando.

No centro das disfunções da nossa sociedade está a falta de conexão com os outros, o isolamento, o pensamento que estamos só e somos únicos. Michele vê isso diariamente em seu consultório, onde a solidão, a falta de contexto e de laços se tornam cada vez mais frequentes.

Acontece que ela também tem uma formação culinária – é chef de cozinha. Da união destes conhecimentos diversos do casal surgiu a primeira ideia: e se usássemos a comida para resgatar estes momentos de conexão entre as pessoas? 

Já nos primeiros jantares oferecidos para amigos, num apartamento em Teutônia, regados a muita reflexão sobre os dilemas da vida, surgiu o nome. Disse uma das participantes: “Isso não é um jantar, é uma Gastroterapia”, e ficou.

De lá para cá, são 8 anos promovendo eventos periódicos em que as pessoas que não se conhecem se reúnem para cozinhar e comer juntas. Permeando os encontros, temas relacionados às estações e assuntos da época, que se refletem tanto na conversa, quanto no cardápio criado. Nossa família já esteve no FunghiFest, no inverno, no qual discutimos o hygge, e no Vegetália, festa de celebração do vegetal, em que falamos sobre o papel da agricultura e PANCs na alimentação urbana.

gastroterapia, michele valent, peter krauze, teutônia, agricultura urbana, inovação, negócio, criatividade, psiquiatria, sra inovadeira, empreendedorismo, alimento, comida

A primeira parte da entrevista, com Michele, foi realizada durante o Vegetália: ela nos fala sobre as suas motivações, sobre a microrevolução que estão propondo ao mundo e sobre o que aprendeu com a Gastroterapia neste período.
 

 
Do apartamento, a família se mudou para uma casa com um amplo jardim, que foi ocupado pelas mais de 300 espécies de plantas comestíveis que abastecem a Gastroterapia – o Il Gardin. É no meio desta profusão de capuchinhas, feijão-arroz, milho, ruibarbo, cenoura e todos os tipos de vagens que sentamos mais recentemente para falar sobre o papel da agricultura urbana e como ela pode ser uma saída para resolver uma das maiores crises que temos: fome em meio à superprodução de alimentos.

Um papo sobre tendências em alimento, monetização de PANCs, os aprendizados de quem nunca tinha plantado nada até aquele momento e como podemos devolver este conhecimento à sociedade.
 

 

Você pode conhecer e participar dos eventos da Gastroterapia através da sua página no Facebook. Conheça alguns dos eventos no Youtube da iniciativa.

gastroterapia, michele valent, peter krauze, teutônia, agricultura urbana, inovação, negócio, criatividade, psiquiatria, sra inovadeira, empreendedorismo, alimento, comida

 


 

Quando eu falo para não desenvolver alimentos para engenheiros, eu espero que percebamos e incluamos nos nossos desenvolvimentos de produtos a importância da conexão entre emoções e o que nos alimenta.

Ah, e se você trabalha em P&D e não sabe cozinhar, #ficaadica: aproxime-se das comunidades gastronômicas, dos clubes de mães, dos cursos de culinária na sua região. Mesmo que já sabe tem muito a aprender sobre técnicas de produção de alimentos com quem está com as mãos na massa (literalmente!).

Vale a pena complementar as entrevistas acima com o vídeo realizado durante a Greve de Caminhoneiros em 2018, falando sobre como então entrar em pânico com a crise de abastecimento.

Para quem não conhece o termo, hygge é um conceito dos países nórdicos que está relacionado ao aconchego e a fazer da sua casa um local acolhedor. Tem tanto a ver com a decoração quanto com reservar espaços sem eletrônicos para viver momentos realmente conectados com os amigos e família – como cozinhando juntos, jogando ou lendo. Você pode ler uma reportagem da BBC sobre o assunto.
 


 
Estamos em período de lançamento da agenda Tacta de cursos de 2019! Quer fazer parte desta revolução de alimentos conosco? Então preencha seus dados neste formulário 😉

Se você já é assinante da nossa newsletter, pode atualizar os seus dados para receber notícias mais adequadas ao seu perfil (e eu vou te amar forever) 😀

Sobre Cristina Leonhardt

Mãe, viajante, escritora e apaixonada por inovação. Fundadora do site Sra Inovadeira e co-fundadora da Tacta Food School, onde atua como Diretora de Inovação para projetos de Gestão Estratégica de P&D e Desenvolvimento de Produtos. Mentora da Terra Accelerator. Eu quero que você alcance todo o potencial de inovação que existe dentro da sua empresa de alimentos. Se conseguirmos criar um produto diferenciado, não teremos mais consumidores. Teremos uma legião de fãs. Quer me conhecer melhor: pode me adicionar no Linkedin
Adicionar a favoritos link permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Receba a planilha exclusiva e gratuita para Gestão de Projetos de P&D!

    E mais: participe da comunidade privada de +4000 visionários de alimentos que recebe dicas e insights exclusivos. Sem spam. Só inovação.