• Milhares de Projetos de P&D ao mesmo tempo?
    Receba a nossa ferramenta exclusiva e gratuita para Gestão de Múltiplos Projetos de P&D!

    E mais: participe da comunidade privada de +2000 visionários de alimentos que recebe dicas e insights exclusivos. Sem spam. Só inovação.

REFERÊNCIAS PARA INOVAÇÃO DE PRODUTOS

Aqui eu reúno as melhores fontes para quem está tentando quebrar paradigmas da indústria de alimentos. Só que é o seguinte, amigo: nem todo almoço é grátis. É claro que estamos acostumados com a internet livre e gratuita, mas alguém paga pelo seu wifi, não? É, tem que investir de vez em quando e, se for para investir, que seja em inovação!

LIVROS

Creating New Foods. The Product Developer’s Guide: Dá vontade de morar na Nova Zelândia quando descobrimos que o governo por aquelas bandas disponibiliza alguns livros técnicos FANTÁSTICOS online, gratuitamente. Muito amor. Ele foca mais em aspectos do PROCESSO de desenvolvimento – o que muitas vezes é o está faltando para organizar a casa e ter mais sucesso nos lançamentos.

Food Product Innovation – A background paper: quer ler uma reflexão crítica sobre a situação de Pesquisa e Desenvolvimento na área de alimentos ao redor do mundo, leia este artigo da FAO. Ele aponta que a indústria alimentícia – do mundo inteiro – é muito pouco inovadora, fazendo apenas melhorias incrementais nos seus produtos. Pronto para mudar essa situação?

New Food Product Development: from Concept to Marketplace: é o livro de cabeceira dos desenvolvedores de produtos de plantão e dá uma noção geral do que é o processo de alimentos. Mais uma vez, é um livro técnico, que fala bastante de PROCESSO, não tanto de inovação e ruptura.

Tem mais referências de livros para inovação neste post.

 

SITES

Trendwatching: apesar de da Sra Inovadeira não acreditar muito em tendências, este site aqui coloca as coisas de outra maneira. Ao invés de dizer qual é o sabor de sorvete do ano que vem, ele fala de tendências de comportamento – e comportamento é a raiz de como, o quê, quando e com quem comemos. Vale muito a pena (era 100% livre até que começou a ter conteúdo pago).

Tem inclusive uma sessão específica para a América Latina, o que torna a coisa mais pé no chão aqui no Brasil.

Escola Design Thinking: ufa, em português, finalmente, hein? Para quem quer ler sobre inovação, criatividade, modelos modernos de negócios e, principalmente, a disciplina da moda: design thinking. Os caras tem vários cursos também – inclusive online. Passa lá!

Mintel: a Sra Inovadeira não curte muito relatórios de tendências (que chata, não é?), mas uma hora ou outra a gente dá uma espiadinha. A Mintel vende um serviço (caro) às grandes empresas, mas o colega ou a colega pode ir na página deles e curtir o material gratuito disponível também. Um dos serviços pagos traz relatórios de lançamentos de diversas categorias de produtos no mundo inteiro, agrupados por palavras chaves. É legal para saber o que JÁ EXISTE. Em português.

 

CURSOS

Ahhhh, Curso de Inovação de Alimentos você faz aqui com a Sra Inovadeira 😉

Depois tem os outros:

Design Thinking for Innovation: curso da Universidade da Virgina, ministrado pela Dra Jeanne M. Liedtka. Está disponível no Coursera gratuitamente em inglês. São 5 semanas de curso, e você terá que se dedicar de 1 a 2 horas por semana. Mais fácil do que isso, só dois disso. Aproveita e treina o inglês. Este aqui fará você reformular as suas ideias sobre processo de P&D.

Engenharia de Alimentos – Desenvolvimento de Produtos: o Instituto Mauá de Tecnologia (no Campus de São Caetanos do Sul, SP) tem um curso de aperfeiçoamento de 10 meses no tema. O curso é noturno e acontece durante a semana, o que limita um pouco a abrangência geográfica dos queridos alunos e alunas. Mesmo assim, para quem está na área, é uma das poucas opções no assunto no Brasil.

Especialização em Desenvolvimento de Novos Produtos Alimentícios: curso recentemente implantado, com 360h, da Faculdade de Tecnologia SENAI Horácio Augusto da Silveira. Aulas aos sábados (já ajuda!). Começou agora em fev/16.

Engenharia da Qualidade Aplicada ao Desenvolvimento de Produto: especialização da PUCPR, com ênfase no processo de desenvolvimento de forma abrangente – conceitos bem bacanas para quem quer se aprofundar na questão de P&D. O curso é oferecido aos sábados, quinzenalmente, e começa em abril/16.

Gestão da Inovação: curso online e gratuito da Poli-USP, não específico para a área de alimentos, mas com uma visão abrangente sobre o processo de Inovação.

Gestão da Inovação – Inovar para Competir: curso de 15h, em modalidade EAD do Sebrae, aberto apenas a possuidores de CNPJ cadastrados no banco de EAD do Sebrae.

Especialização em Tecnologia e Inovação em Alimentos: o Senai SC oferece o curso de pós-graduação na sua unidade de Chapecó, com aulas quinzenais às sextas à noite e sábados durante o dia, iniciando em out/16.

Graduação em Ciência e Inovação de Alimentos: única no Brasil, este curso de graduação na PUCRS visa capacitar os alunos para empreenderem na área de alimentos (mas que beleza, hein?). A grade curricular inclui disciplinas como Criatividade, Gestão da Inovação e Formação do Empreendedor. O curso está na sua primeira turma, e as inscrições se dão via vestibular de verão.

Milhares de Projetos de P&D ao mesmo tempo?

Receba a nossa ferramenta exclusiva e gratuita para Gestão de Múltiplos Projetos de P&D

E mais: participe da comunidade privada de +1800 visionários de alimentos que recebe dicas e insights exclusivos. Sem spam. Só inovação.

Comentários fechados.

  • Milhares de Projetos de P&D ao mesmo tempo?
    Receba a nossa ferramenta exclusiva e gratuita para Gestão de Múltiplos Projetos de P&D!

    E mais: participe da comunidade privada de +2000 visionários de alimentos que recebe dicas e insights exclusivos. Sem spam. Só inovação.