• Milhares de Projetos de P&D ao mesmo tempo?
    Receba a nossa ferramenta exclusiva e gratuita para Gestão de Múltiplos Projetos de P&D!

    E mais: participe da comunidade privada de +2000 visionários de alimentos que recebe dicas e insights exclusivos. Sem spam. Só inovação.

PARA A RECÉM-FORMADA: O QUE EU DIRIA A MIM MESMA QUANDO ENTREI EM P&D

Dizem que apenas temos que nos comparar conosco – a comparação com outros é irrelevante, pois não estamos seguindo aquele caminho. Como profissionais, com certeza este é um entendimento importante, pois cada carreira é única nos seus aprendizados, sucessos e ramificações. Comparar uma jornada pessoal com outra é simplesmente impossível: o visionário e a visionária mais perspicaz devem buscar analisar sua jornada do seu próprio ponto de vista.

É por isso que hoje resolvi escrever aqui o que eu gostaria de dizer a mim mesma, logo quando comecei a minha carreira. Conselhos que poderiam ter evitado alguns tropeços, ou que teriam maximizado certos acertos. Coisas que eu mesma poderia ter sabido mais jovem, se tivesse tido eu mesma como mentora.

Escuta aí, Cristina 😉

Sempre peça a proposta de emprego por escrito. Você vai se surpreender com quantas vezes as pessoas lhe proporão uma coisa e cumprirão outra.

Faça mestrado quanto tiver a oportunidade. Termine o mestrado quando começar. Ter mestrado não é requisito em P&D para a maioria das empresas no Brasil, mas se você quer ser mestre, seja.

Aprenda a desabafar fora do trabalho, com pessoas que não estão lá. Não confunda amigos com colegas.

Aprofunde-se em todos os temas que lhe interessam. Mesmo os mais estapafúrdios e aparentemente não relacionado à carreira – tudo o que você aprender mais tarde será usado.

Quando parecer que a sua carreira tomou um desvio e que você está fora da “sua” área, aproveite e levante as mãos para o céu. É nesta experiência que você se tornará um profissional diferente de todos os que estão na “sua” área.

Não pare nunca de escrever. Esta habilidade lhe ajudará a entender de marketing e a se apresentar melhor. Ela lhe abrirá portas para contatos com outros círculos. Quando você resolver empreender, será através da escrita que você encontrará o seu caminho.

Empreenda. Abra uma consultoria e atenda aos finais de semana, à noite. Faça simples, mas comece o quanto antes e se mantenha neste caminho, mesmo enquanto ele não puder ser o único.

Entenda de ingredientes e aditivos. Formar o seu próprio entendimento a respeito vai lhe deixar imune a recomendações com intenções ocultas.

Exercite a empatia e aprenda a ver o mundo pelos olhos dos outros. Quanto mais cedo você entender as motivações dos que estão ao seu redor, mais cedo terá sucesso nos seus projetos.

Você vai conviver para sempre com as pessoas com as quais trabalhou: seja cordial e respeitosa, mas lute pelas suas causas. Relacionamentos são mais complexos e duradouros do que parecem.

Escolha a dedo as empresas em que vai trabalhar. Observe tudo e preste atenção aos mais pequenos sinais na entrevista.

A sua relação com o seu superior imediato é a mais importante que você terá numa empresa. Fuja de pessoas muito ansiosas. Fuja de pessoas que são incapazes de confiar.

Não existirão cursos de P&D durante muito tempo na sua vida. Absorva as melhores práticas que você encontrar, e forme a sua própria versão de como fazer desenvolvimento de produtos.

Encontre uma mentora que se importe com o seu crescimento e que tenha orgulho das suas conquistas.
Aprenda a diferenciar opinião de conselho.

A sua vida é mais importante que o seu salário. Sua felicidade estará no balanço entre uma vida confortável e uma vida livre e próxima a quem você ama – não se prenda, nem se distancie.

Arrisque-se. Coloque o pescoço na linha. Fale mais alto, o quanto precisar. O progresso é feito nas revoluções, não nos acordos.

Quando tudo parecer terminado, quando a carreira parecer que chegou ao fim e você estiver sem saída: não tenha medo. É neste momento que ela vai começar de verdade.

Exponha-se sem receios. Tem muita gente seguindo um caminho parecido com o seu.

 

E você? O que diria a si mesmo, se pudesse falar consigo quando estivesse entrando no mercado de trabalho?

 

Escreve para mim nos comentários – eu quero saber quais aprendizados os visionários tiveram em suas carreiras.

 

Este texto foi inspirado num texto similar, que publiquei logo após o nascimento da minha filha.


Esta semana eu participei pela primeira vez de um destes eventos de empreendedorismo feminino que pipocam pelo país – pun intended, o evento é organizado pela Pipocando Marketing, que chama todas as participantes de pipocas. A primavera feminista dos últimos anos veio acompanhada do surgimento de diversos movimentos em prol deste empreendedorismo, visando reduzir e entender as causas do gap que existe entre empreendedores masculinos e femininas.

Lá pelas tantas, certa palestrante trouxe a seguinte fala: “as pessoas dão conselhos para quem está colhendo menos do que elas. Mas não estão escutando os conselhos de quem está colhendo mais do que elas. Que conselhos você pode não estar escutando?”

Ela tem razão. É muito bom encontrar uma boa mentora na vida. Dê ouvidos a ela (ou ele).


 

Sobre Cristina Leonhardt

Eu quero que você alcance todo o potencial de inovação que existe dentro da sua empresa de alimentos. Se conseguirmos criar um produto diferenciado, não teremos mais consumidores. Teremos uma legião de fãs. Quer me conhecer melhor - pode me adicionar no Linkedin: www.linkedin.com/in/cristina-leonhardt/
Adicionar a favoritos link permanente.

3 Comments

  1. Obrigada por este post Cristina.

  2. Lindo, Cris! Adorei!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Milhares de Projetos de P&D ao mesmo tempo?
    Receba a nossa ferramenta exclusiva e gratuita para Gestão de Múltiplos Projetos de P&D!

    E mais: participe da comunidade privada de +2000 visionários de alimentos que recebe dicas e insights exclusivos. Sem spam. Só inovação.