• Milhares de Projetos de P&D ao mesmo tempo?
    Receba a nossa ferramenta exclusiva e gratuita para Gestão de Múltiplos Projetos de P&D!

    E mais: participe da comunidade privada de +2000 visionários de alimentos que recebe dicas e insights exclusivos. Sem spam. Só inovação.

FERRAMENTA SIMPLES E EFICAZ PARA GERENCIAMENTO DE PROJETOS DE P&D

É impressionante – ao menos para mim – a quantidade de empresas médias (ou grandes) que não possui uma formatação da área de P&D. Tendo trabalhado com ingredientes quase toda a carreira, tive a enriquecedora oportunidade de conhecer os P&Ds de diversas empresas, de vários segmentos e distintos tamanhos.

Ao conversar com os diferentes pesquisadores, me chamava a atenção duas coisas: que cada um seguisse seu próprio rumo, e que não houvesse iteração entre a equipe durante o processo de desenvolvimento.

Não é raro, nas minhas andanças por este mundo, me deparar com equipes de P&D que existem, mas que não trabalham em conjunto em nenhum momento, tanta é a crença no mito do Professor Pardal – aquele ser fantástico, inventivo e isolado, que cria as máquinas mais inovadoras na garagem de casa. Apesar de que existem inventores exatamente com este perfil, ele não é a única forma de se alcançar a inovação e – numa empresa, com tantos recursos maravilhosos ao alcance – seria até imprudente.

caderno de anotações, alimentos, pesquisa e desenvolvimento, ferran adriá

Caderno de anotações do Ferran Adrián, lendário chef criador do El Bulli. Apesar de que a criação de um alimento num restaurante pareça uma ação isolada, normalmente TAMBÉM é fruto do esforço de um time.

É claro que vai muito do perfil do gestor da área e da cultura da empresa – aquele jeitão de fazer as coisas que varia de lugar para lugar. Porém em todas as empresas que visitei até hoje, uma coisa é comum: as que tinham um processo mais organizado também eram mais eficientes na condução dos desenvolvimentos. E esta eficiência estava ligada a uma melhor comunicação intra-equipe.

Para esclarecer, vou lhe dar um exemplo.

Você, trabalhando há 5 meses no P&D da sua empresa de geleias, que recentemente entrou num novo ponto de venda e está crescendo a um ritmo louco, recebe do seu gestor a incumbência de desenvolver uma geleia salgada.

A empresa já ocupa uma fatia razoável – para o seu tamanho – no segmento doce, mas quer alcançar aquele consumidor voraz de carne, que não curte a combinação doce/salgado: o cara quer salgado/salgado mesmo.

Ora, o que você faz?

  • Começa a testar as formulações apenas substituindo açúcar por sal?
  • Busca na internet se há receitas a serem transportadas para a indústria?
  • Compra as geleias salgadas que encontra no mercado (será que existem?) e tenta reproduzi-las no laboratório?
  • Pede ajuda aos universitários, fornecedores, colegas ou para a mãe?
  • Levanta as mãos sobre a cabeça e sai correndo? (não, isso você não faz, não é? Você é melhor que isso, eu sei).

Quanto tempo essa busca leva? Algumas semanas até que saia o primeiro produto, não? Talvez meses até que saia um produto razoavelmente bom. Mais alguns para testar na fábrica e corrigir problemas de estabilidade. Mais um tempo para fazer a vida de prateleira (você faz, não é?).

Quando menos se viu, mais de um ano para desenvolver o produto. O que era para ser o grande estouro da manada da fábrica de geleias, perdeu um pouco de impulso pelo tempo consumido.

No fim, você tem um excelente produto nas mãos – mas ele terá que fazer sua via crucis no mercado e encontrar outra onda de divulgação para alcançar um público razoável.

Bom seria se você soubesse que, 2 anos antes da sua entrada, uma pesquisadora que saiu da empresa havia trabalhado no mesmo projeto. Passado pelos mesmos percalços que você. Anotado, numa planilha eletrônica protegida que fica guardada apenas no servidor da empresa, todos os problemas de estabilidade que teve e, principalmente, como conseguiu resolvê-los.

Teria sido bom, não? Quanto tempo mesmo você teria poupado se tivesse esta informação em mãos desde o princípio e houvesse pelo menos lido o tal projeto do passado?

Alguns meses, com certeza. Talvez fosse a diferença entre você lançar o produto em 6 meses ou 1 ano.

Você poderia ter reproduzido a última versão do produto para decidir se valia a pena – ou não. Não necessariamente a pesquisadora tinha descoberto a MELHOR formulação, mas com certeza ela teria lhe dado algumas dicas, não? Do que fazer, do que não fazer: luzes sinalizadoras que lhe ajudariam a escolher o melhor caminho para este desenvolvimento.

Você vê? A pesquisadora nem estava presente e você teria tido a chance de aproveitar o seu trabalho.

Agora, digamos que você faça parte de um time, e que tenha recebido o mesmo projeto. Seria de se imaginar que você ao menos conversasse com seus colegas – porém um deles, meio desafeto, meio possessivo, não compartilha seus conhecimentos. Ou faz questão de “esquecer” que trabalho em um projeto similar há cerca de 5 anos. Fica quieto enquanto você sofre na bancada.

Não seria bom, novamente, ter acesso aos seus arquivos? Que estes arquivos fossem ORGANIZADOS e não uma montanha de cadernos bagunçados, ou arquivos eletrônicos imensos, sem lógica nenhuma, onde você não entende qual é o caminho que o cara tomou?

Que estes arquivos estivessem disponíveis de forma ELETRÔNICA, para serem facilmente procurados, e não nuns papeis guardados em arquivos mortos empoeirados que nunca mais ninguém vai abrir?

 

Bom, isso parece muito óbvio, não?

Então por que mais empresas não implementam um sistema simples de gerenciamento de projetos de P&D? É claro que existem sistemas prontos, complexos, cheios de recursos – mas não precisa ser assim, não é?

Podemos fazer o gerenciamento dos projetos mesmo se não tivermos os recursos mais avançados à disposição, mesmo se a nossa empresa for pequena e não tiver como comprar sistema prontos. Eu acredito que, com intenção e persistência, podemos dar um salto de Qualidade e Assertividade nos nossos projetos de P&D.

Por isso eu estou deixando aqui uma forma bem simples de vocês se organizarem aí com os seus múltiplos projetos. É uma planilha Excel que irá servir para:

Organizar todos os projetos e, a qualquer momento, saber com quem determinado projeto está, em que etapa está, quando foi aberto, quem solicitou, quem está tocando, entre outras informações bem bacanas.

O formulário segue para você em formato aberto. Portanto, se precisar acrescentar, reduzir ou alterar campos, é mais tranquilo.

Você irá receber a planilha por e-mail, cadastrando-se na caixa abaixo, e seguindo o passo-a-passo. Não se esqueça de colocar o e-mail contato@srainovadeira.com na sua lista de e-mails favoritos e de verificar a sua caixa de spam – o Gmail adora mandar o e-mail com o documento para ela.

E se tiver dúvidas de como utilizá-lo, ou precisar de inspiração para como implantar isso com a sua equipe ou colegas, escreve aí nos comentários! Com as dúvidas eu posso fazer um vídeo depois, explicando o uso.

 


 

Se você está planejando dar um passo na sua carreira e ocupar uma posição de gestão de P&D, a Tacta Food School tem uma formação especialmente projetada para você!

A Formação em Gestão de P&D é uma trilha de cursos que irão desenvolver a criatividade, liderança, gestão e design thinking, do jeito Tacta de ensinar: prático, acessível e empático.

Para conhecer a grade completa, clique no link.

Sobre Cristina Leonhardt

Eu quero que você alcance todo o potencial de inovação que existe dentro da sua empresa de alimentos. Se conseguirmos criar um produto diferenciado, não teremos mais consumidores. Teremos uma legião de fãs. Quer me conhecer melhor - pode me adicionar no Linkedin: www.linkedin.com/in/cristina-leonhardt/
Adicionar a favoritos link permanente.

25 Comments

  1. Olá!
    Fiz a assinatura, mas ainda não recebi a Planilha de Gerenciamento de Projetos de P&D. Como devo proceder?

    Agradeço desde já.
    =)

    • Sra Inovadeira

      Thalissa, estou vendo aqui que você usa o Hotmail – a tendência é que tenha ido para a sua caixa de junk mail. Para evitar que isso ocorra no futuro, coloque o email do Sra Inovadeira (contato @srainovadeira.com.br) na sua lista de favoritos. Pode deixar que já lhe mando por email o arquivo. 😉

  2. Recebi a planilha e comecei a usar semana passada. Está sendo ótimo, muitas idéias que antes eram um pouco desconexas e que ficavam em anotações na minha agenda muitas vezes acabacam ficando para trás agora estão organizadas e eu analiso melhor. Ótima ferramenta!

    • Sra Inovadeira

      Oi, Edineri, fico extremamente feliz que tenha gostado! Você viu o post sobre alergênicos, onde a sua empresa aparece?

  3. Já sou inscrita e não recebi a planilha de gerenciamento de projetos.

    • Sra Inovadeira

      Oi, Marines!
      Eu achei seu cadastro para o curso – mas para receber a planilha não.
      Você confirmou seu pedido da planilha por email?

  4. Bom dia! Recebi a planilha e achei ótima! Simples e objetiva. Porém, como não a criei, não sei qual foi a razão da criação de cada campo. Se não for pedir demais, poderia exemplificar o uso dela? Talvez com informações do criador da planilha seu uso ficaria mais fácil.

    • Sra Inovadeira

      Oi, Samantha! Que bom que gostou!

      Eu entendo a sua questão – mesmos com as notas no cabeçalho de cada coluna, não é a mesma coisa, não é?

      Façamos assim: vou gravar um vídeo para explicar, que tal?

  5. Talita Vicetini

    Boa tarde

    Fiz a assinatura, mas ainda não recebi a Planilha de Gerenciamento de Projetos de P&D. Como devo proceder?

    Agradeço desde já.

    • Sra Inovadeira

      Olá, Talita, tudo bem? Que bom que você tem interesse na planilha! Estou vendo aqui que você está cadastrada desde agosto, e deve ter recebido um email com o link para download logo na sequência com a planilha (é automática). Contudo, muitas vezes este email cai na caixa de spam ou é bloqueado pelo servidor, por isso sempre peço que favoritem o e-mail contato@srainovadeira.com.br, para garantir o recebimento. Mas não se preocupe: já irei mandar no email que está cadastrado aqui.

  6. Talita Vicetini

    Boa tarde

    Ainda não recebi a planilha! Você pode me ajudar? Como proceder?

    Obrigada

  7. samira souza melo

    Oi Boa Tarde, eu me increvi, mas nao recebi a planilha.

    • Sra Inovadeira

      Oi, Samira, acredito que o seu caso seja igual ao abaixo, deve ter ido para o spam… Será que os outros emails que estou enviando também estão caindo lá?

  8. manda para mim por favor

  9. Olá:)
    Também fiz meu cadastro e não recebi o material. Você poderia me encaminhar?

    • Sra Inovadeira

      Oi, Milena, tudo bem?
      Como você fez o cadastro para os webinars, acabou não recebendo mesmo esta ferramenta (ela vai como bônus para quem se inscreve aqui no site). Mas não se preocupe, esta semana mandaremos novo e-mail para todos os assinantes com o link para download! Confira na sua caixa de entrada!

  10. Oi Cris, poderia me enviar a planilha, por favor ?
    Obrigada !

  11. Aline Ferreira

    Olá.. gostaria de receber a planilha de gestão de projetos…

    • Sra Inovadeira

      Olá, Aline, tudo bem?

      Esta planilha vai no primeiro e-mail que você recebe ao se cadastrar na nossa lista de assinantes: talvez tenha ficado parada na guia “Promoções” do seu e-mail (é o problema mais comum). Estou vendo aqui que você está recebendo e abrindo os e-mails mais recentes, então fique de olho que irei colocar um link para download no e-mail de hoje!
      Abraços e obrigada por fazer parte da nossa rede 😉

  12. Lorena Cândida Borges

    Ola, gostaria de receber a planinha de gestão de projetos…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Milhares de Projetos de P&D ao mesmo tempo?
    Receba a nossa ferramenta exclusiva e gratuita para Gestão de Múltiplos Projetos de P&D!

    E mais: participe da comunidade privada de +2000 visionários de alimentos que recebe dicas e insights exclusivos. Sem spam. Só inovação.